domingo, 27 de setembro de 2009

Álibi


Peço-te que me absolva
Absolva-me deste crime, desta paixão...
Por amar profundamente eu fui...
Eu fui errando,machucando,matando...
Consumindo demais, querendo demais
Expondo-me demais e tudo aos berros!
Meu sussurro era grito, mas não um grito qualquer
Era mais forte que o uivo louco de um lobo!
Assim confesso, sobre teu corpo e diante desta assembléia
O crime a genialidade e a loucura desse nosso estranho amor...
Pegos em flagrante... Isento-te, me acuso!
Provoquei primeiro com os olhos, depois com as mãos
Provoquei ainda com a boca, com palavras de sonhos e beijos de língua...
E é por isso, que no coito deste frisson e diante desta platéia boquiaberta, eu grito: Se estes dois seres humanos amam errado e em pecado,eu digo que é minha culpa!Minha máxima culpa
E principalmente a você que é minha vida, meu amor
Meu desejo, meu pecado e minha vitima...
***
Cala-te, cale-te boca meu amor...
Não te amo porque tu queres ou por vontade própria
Amo-te antes por uma força que não sei dar explicações
Se alguém se ofende ou se espanta é por não conhecer o amor
E apenas peca quem nunca amou e quem nunca se deixou amar
Os seus olhos, a tua boca com palavras de sonhos e beijos de língua
E o teu corpo pesando sobre o meu são a redenção de nossas almas!
E um dia seremos compreendidos pelos justos que ainda virão...

17 comentários:

  1. Não existe pecado entre duas pessoas que se amam.
    Um único pecado existiria se esse amor não fosse consumado.

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Cada qual sabe amar a seu modo,o modo pouco importa,o essencial e que saiba amar

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. "Se alguém se ofende ou se espanta é por não conhecer o amor
    E apenas peca quem nunca amou e quem nunca se deixou amar"

    Olha, é justo considerar toda a forma de amor. Cada um tem um jeito (estranho) de amar. E é amor. Amor é um pouco de tudo. Gosteei! :D

    um beijo, querido.

    ResponderExcluir
  5. Interessante a sua forma de expressar o que vem de sua alma: muita sensibilidade, conceito e inteligencia vejo por aqui!

    já te sigo, meu caro, bem de perto!

    ResponderExcluir
  6. Agradecendo e retribuindo a visita ... que coisa rica e auspiciosa descobrir cada curva deste recanto de idéias, emoções e sentimentos ... uma viagem isto aqui ... já seguindo e linkando ... parabéns ... voltarei sempre ....

    O amor ... para o amor, para amar, para ser amado, não existe nada que possa condenar ... e se alguém ousa isto ... com certeza nunca amou e é muito mal amado ... ao amor nada importa tudo é permitido ... todas as formas, todas as cores, todos os gêneros, todas as etnias, todas as horas, todos os lugares ... enfim ...

    bjux querido

    ;-)

    ResponderExcluir
  7. Lindo, meu querido!


    Não há pecado no amor. E como você disse lindamente: " E o teu corpo pesando sobre o meu são a redenção de nossas almas!". Pecado grave é não amar.



    Um beijo.

    ResponderExcluir
  8. Atacando de poesia, meu caro John.
    Eu fico daqui, só na espreita.

    Que venham mais!

    Abraço forte.
    Sigamos...

    ResponderExcluir
  9. Muito bom o Blog. A Revista Antimatéria te segue.

    http://revistaantimateria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. voltando para agradecer o carinho ... tb na cola ... mas não muito pois pode grudar ... kkk

    bjux querido

    ;-)

    ResponderExcluir
  11. ah! esqueci ... seu template está lindão cara ... como diz meu DD ... GOSTEI E AMEI ... muito chic mesmo ...

    ;-)

    ResponderExcluir
  12. O Amor é cego e burro, mas nao perdeu a dignidade! Amam-se todos e querem se todos. Gostei da frase: "peca quem nunca amou e]ou nunca deixou-se amar." Digo que frequentarei o inferno por causa de negligenciar tão supremo dom: amar! Não sei o que é isso ainda, mas posso garantir que todas as formas de amor são dolorosas e viscerais! Amem pouco, em doses homeopáticas, rs...

    ResponderExcluir
  13. Vim hoje apenas agradecer pela sua visita lá no Ponto de Continuação e dizer que já estou te seguindo e colocando seu blog na minha lista de blogs que recomendo. Espero te ver mais vezes lá no Ponto, hein? Abraço.

    ResponderExcluir
  14. E eu esperarei por eles, concerteza

    ResponderExcluir
  15. ah... o amor! Seria mesmo um pecado deixar de pecar. Mas essa culpa você já sabe o que eu acho, né?! Esse cristianismo cego... essas convenções... essas pessoas... eu... você! Ah!, os humanos! Que dolorosa luta essa de devotar um sentimento... quisera eu não querer...

    o texto? Genuino... e tocante.
    Bravo! Bravísssimo!

    abraço!

    ResponderExcluir
  16. Nossa, você deve estar apaixonado!
    Haha
    Abraço

    ResponderExcluir
  17. Não existe pecado em amar!!!
    O que vale é o amor!!!
    Lindo post

    ResponderExcluir